Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

TC.F Informação

A Ilha Graciosa está aqui!

TC.F Informação

17
Set17

Vitória preciosa

TC.F Informação

guadalupe.jpg

foto: Facebook do Sporting Clube de Guadalupe

Guadalupe estreia-se em casa a vencer.

O dia era de sol na Graciosa e de estreia no Campo de Jogos de Guadalupe.

O Sporting Clube de Guadalupe defrontaria o Alcanenense em casa, sendo este o primeiro jogo da equipa da Graciosa no Campeonato de Portugal no seu campo.

No primeiro minuto Zaneth, jogador que aliás destacamos desta partida, parecia não dar descanso aos rivais e foi pelo lado direito que o jovem jogador "assustava" os forasteiros, demonstrando assim para o que vinha.

foto1.jpg

 

O Guadalupe foi conquistando terreno e poucas eram as vezes que o Alcanenense subia para o meio-campo dos "verdes e brancos".

Aos 13' da primeira parte, Diogo Conceição tentava um chapéu que colocou toda a gente em suspenso mas passava por cima da trave.

Passavam 20 minutos de jogo e num momento de infelicidade, o árbitro André Castro (Aveiro), força um penalty contra os da casa.

Chamado a marcar, Ito não se fez de rogado e empatou o jogo.

Quatro minutos mais tarde, Zaneth novamente parecia ser o motor de arranque da equipa graciosense e através de livre direto, cortou a respiração ao adversário mas a bola não entrava.

O Guadalupe consolidava o seu jogo e o Alcanenense andava à procura de alguma coisa, tudo menos a partida de futebol.

Aos 34', André Castro assinala castigo máximo novamente mas, desta vez a favor do Guadalupe.

Manu foi chamado a bater mas, a forma errante com que se fez ao hesférico fez com que Fábio, logo percebe-se para onde ia bater e defende. Estava negada a ampliação do resultado.

Iam as equipas para intervalo empatadas.

foto2.jpg

 

No segundo tempo o Guadalupe entrou mais aguerrido e o Alcanenese ainda a apanhar "bonés".

Aos 53' Leo ainda bateu um livre mas foi à figura do guardião continental.

Passam dez minutos do arranque da segunda parte e a desconcentração do Alcanenense na sua pequena área foi a concentração de Armando que aproveitou e marcou para o Guadalupe.

Zaneth volta a destacar-se aos 60 minutos quando por centímetros não toca bola e assim não marca golo.

O Alcanenense aparecia no jogo aos 78 minutos quando bateu um livre mas, sem problemas de maior para o Guadalupe.

Fruto dos minutos finais, o Guadalupe fecha-se mais a partir do minuto 82, fazendo com que a equipa visitante fique com mais posse de bola.

Dados 4 minutos de prolongamento, as equipas foram fazendo jogo de queimar tempo e terminaria logo a seguir com a vitória do Guadalupe.

Bruno Álvares assistiu da bancada a primeira vitória da equipa, fruto do seu castigo.

Na próxima quarta-feira o Guadalupe volta a jogar para o Campeonato, repondo o jogo da segunda jornada.

A partida está agendada para as 12h00.

No próximo domingo, o Guadalupe volta a jogar mas desta vez para a Taça de Portugal, frente ao Operário. Jogo em casa.

ficha.png